Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Papa Francisco: "Comunidade internacional tem a obrigação moral de ajudar e apoiar os refugiados

Papa Francisco: "Comunidade internacional tem a obrigação moral de ajudar e apoiar os refugiados
Tamanho do texto Aa Aa

O papa Francisco iniciou, esta sexta-feira, uma visita de três dias à Turquia.

O Sumo Pontífice foi recebido pelo presidente, Recep Tayyip Erdogan.

O líder turco apelou à comunidade internacional que coloque um fim à islamofobia de modo a que os jovens muçulmanos deixem de ser presas fáceis para os grupos terroristas radicais.

Erdogan pediu, também, mais ação à comunidade internacional para combater o terrorismo do regime de Bashar al-Assad.

“Na Síria 300 mil pessoas foram mortas e 7 milhões de pessoas estão deslocadas. Os refugiados fugiram para os países vizinhos e, infelizmente, isso está a ser ignorado. Ninguém fala, seriamente, sobre esta situação. Há um terrorismo de Estado neste país”, assegura o presidente turco.

O Sumo Pontífice exaltou o papel de Ancara na ajuda aos refugiados que fogem do conflito na vizinha Síria. “Ao acolher, generosamente, um grande número de refugiados, a Turquia está, diretamente, envolvida nos efeitos da situação dramática que acontece ao longo da fronteira. A comunidade internacional tem a obrigação moral de ajudar e apoiar os refugiados”, conclui.

Durante a conferência de imprensa os dois líderes concordaram que é necessário um maior diálogo inter-religioso e intercultural e acabar com os fundamentalismos, de modo a fazer com se estabeleça uma paz duradoura no Médio Oriente.

Francisco reforçou a ideia que Cristãos, Judeus e Muçulmanos devem conseguir chegar a um acordo colocando fim a uma cultura militar e de guerra.