EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

OSDH acusa Ancara de apoiar extremistas do Estado Islâmico

OSDH acusa Ancara de apoiar extremistas do Estado Islâmico
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
PUBLICIDADE

Pelo menos 50 combatentes do autodenominado Estado Islâmico foram mortos em Kobani, no norte da Síria, nas últimas 24 horas.

O balanço é feito pelo OSDH, Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que acusa Ancara de apoiar os terroristas.

A organização apresenta como prova um vídeo com imagens de um suposto atirador furtivo ao serviço dos fundamentalistas a operar a partir de território turco.

O Observatório para os Direitos Humanos diz, ainda, que os carros utilizados no ataque suicida, deste sábado, contra um posto fronteiriço controlado por curdos, vieram da Turquia.

As autoridades turcas desmentem qualquer envolvimento.

“As acusações de que os extremistas do Estado Islâmico estão a utilizar território turco são infundadas. Isso não está a acontecer. A nossa fronteira está a ser vigiada 24 horas por dia, o que impossibilita qualquer tentativa de travessia para território turco” refere o Governador de Sanliurfa, Izzettin Kucuk.

Declarações que não convencem a comunidade curda. Na Turquia, dezenas de pessoas manifestaram-se, este domingo, contra a política de Ancara que, dizem, ameaça deitar por terra o já frágil processo de paz.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucraniano pró-russo detido em hospital francês por suspeita de planear um atentado

Polícia francesa mata homem que tentava incendiar sinagoga em Rouen

Ataque terrorista de Moscovo: tribunal rejeita recurso de um dos suspeitos