EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Acordo de coligação põe fim a seis meses de crise política no Kosovo

Acordo de coligação põe fim a seis meses de crise política no Kosovo
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os dois principais partidos do Kosovo põem fim a seis meses de crise política com um acordo de coligação. O líder da oposição do LDK, Isa Mustafa

PUBLICIDADE

Os dois principais partidos do Kosovo põem fim a seis meses de crise política com um acordo de coligação.

O líder da oposição do LDK, Isa Mustafa, vai assumir a chefia de governo, afastando do cargo, o até agora primeiro-ministro do país, Hashim Thaci, do PDK.

Uma retirada estratégica, uma vez que o acordo prevê que Thaci, que acompanhou a independência do território, deverá ser candidato à presidência do Kosovo em 2016.

A crise política arrasta-se desde as eleições há seis meses, por causa de um vazio legal na Constituição. O texto fundamental não permitia à oposição apresentar um candidato à presidência do parlamento, apesar de ser maioritária no hemiciclo.

Uma situação que bloqueava até agora a nomeação do novo governo, uma função que incumbe ao presidente do parlamento.

À luz do acordo de coligação, o lugar vai ser ocupado por um membro do PDK, Kadri Veseli. Hashim Thaci vai manter-se próximo do poder, uma vez que assume o cargo de vice-primeiro-ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kosovo mais perto de aderir ao Conselho da Europa. Decisão final tomada em maio

Milhares de sérvios do Kosovo protestam contra decisão de abolir o dinar

Adesão da Ucrânia à UE: "caminho longo" mas "determinação inabalável", garante Bruxelas