A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Noite de violência em Zurique orçada em milhares de euros

Noite de violência em Zurique orçada em milhares de euros
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Terminou em violência, a manifestação da última noite no centro de Zurique, na Suíça.

Os tumultos foram desencadeados por um protesto organizado por um grupo de extrema-esquerda contra o capitalismo.

Cerca de 200 pessoas vestidas de negro e munidas de paus e barras de ferro semearam o caos num bairro da cidade.

As instituições bancárias e as joalharias foram dois dos alvos dos manifestantes, mas não os únicos.

Várias montras foram destruídas, lojas saqueadas e carros incendiados.

A onda de violência surpreendeu as próprias forças de segurança.

“Há 10 anos que não registávamos tumultos com esta dimensão ou violência. Para ter uma ideia, estas pessoas acenderam uma tocha e atiraram-na para um carro da policia e destruíram um restaurante onde os clientes estavam, tranquilamente, a jantar” afirma Marco Cortesi, porta-voz da polícia de Zurique.

Os prejuízos estão avaliados em milhares de euros.

Pelo menos sete agentes ficaram feridos e quatro pessoas foram detidas. Entre elas estão cidadãos da Suíça, Grã-Bretanha e do Liechtenstein.

A polícia admite que o número de detidos possa vir a aumentar já que as investigações estão, ainda, numa fase inicial.