A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Nigéria: O Boko Haram raptou domingo mais de uma centena pessoas

Nigéria: O Boko Haram raptou domingo mais de uma centena pessoas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Vários homens suspeitos de pertencerem ao grupo islamista Boko Haram sequestraram mais de 100 mulheres e crianças no pasado domingo, numa vila remota no nordeste da Nigéria.

A informação chegou apenas hoje ao conhecimento das autoridades que não pôde confirmar todos os dados.

O ataque, durante o qual 35 pessoas terão sido assassinadas, terá ocorrido em Gumskiri, perto da fronteira com os Camarões. O isolamento de certas regiões da Nigéria é tal que pode levar vários dias para que o fluxo de informação circule.

Em abril, o rapto de mais de 200 estudantes do ensino médio na cidade de Chibok, perto Gumskiri, desencadeou uma vaga de indignação internacional.

O grupo Boko Haram reivindicou este novo ataque. Em cinco anos de insurgência, milhares de pessoas foram mortas e centenas sequestradas denunciando a incapacidade do governo em Maiduguri em proteger a população.