Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Manifestação anti-Peguida em Dresden

Manifestação anti-Peguida em Dresden
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma marcha contra o movimento anti-islâmico alemão Peguida reuniu cerca de 35 mil pessoas em Dresden.

Lançado em outono, o movimento que tem o seu bastião precisamente nesta cidade e que em português significa Europeus Patriotas contra a Islamização do Ocidente não cessa de ganhar adeptos.

Nesta marcha, organizada pelas autoridades locais, o presidente do Estado alemão da Saxónia pediu para não estigmatizarem os muçulmanos.

“Há três dias em Paris, 21 pessoas foram brutalmente assassinadas por fanáticos islamitas durante um ataque ao jornal Charlie Hebdo. É uma difamação considerar todos os muçulmanos na Europa como inimigos da democracia por causa deste ataque terrorista isolado e não vamos permitir isso”, afirma Stanislaw Tillich.

Na segunda-feira, o Peguida vai manifestar-se e poderá usar os ataques mortíferos da capital francesa como defesa dos seus argumentos. Estes manifestantes sabem disso.

“Eu vi o que o mundo viu e, sim, magoa. No entanto, não quero que o sofrimento sobre os eventos de Paris sejam usados pelo lado errado”, diz um manifestante.