EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Estado Islâmico reivindica massacre em hotel de Trípoli

Estado Islâmico reivindica massacre em hotel de Trípoli
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Há pelo menos cinco estrangeiros, incluindo um francês e um norte-americano, entre as vítimas do ataque.

PUBLICIDADE

O ataque mortal ao hotel Corinthia em Trípoli, na Líbia, teve a assinatura do grupo autodenominado Estado Islâmico, que reivindicou o atentado.

Vários homens armados abriram fogo dentro do hotel, depois da explosão de um carro armadilhado. Os relatos falam de números diferentes. Pelo menos dois dos terroristas morreram.

O balanço mortal subiu entretanto para nove pessoas, incluindo cinco estrangeiros. A França e os Estados Unidos confirmam a morte de pelo menos um francês e um norte-americano.

Uma testemunha conta como escapou por pouco: “Entraram dois homens armados com explosivos. Um deles abraçou-me. O outro explodiu, mas o que me abraçou não explodiu”

Segundo o governo autoproclamado da Líbia, o alvo do ataque seria o primeiro-ministro deste governo, Omar al-Hassi, que estava num dos últimos andares do hotel.

A Líbia está dividida entre o governo reconhecido internacionalmente e este novo poder, liderado por al-Hassi, que tomou conta da capital. O país está mergulhado no caos desde a revolução que resultou na morte do ditador Muammar al-Kadhafi, em 2011.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));Post by Ali Tweel.

Pictures of two Corinthia Hotel attackers pic.twitter.com/iERqPh8QDY

— The Libya Observer (@Lyobserver) January 27, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líder do Malawi pede investigação independente à morte do vice-presidente em acidente de aviação

Em apenas uma semana, três turistas desaparecidos nas ilhas gregas foram encontrados mortos

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos