Hong Kong: Movimento pró-democracia regressa à rua

Hong Kong: Movimento pró-democracia regressa à rua
De  João Peseiro Monteiro com AFP, REUTERS, EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Milhares de manifestantes voltaram a encher as ruas de Hong Kong de guarda-chuvas amarelos. Os participantes reclamam a possibilidade de eleger o

PUBLICIDADE

Milhares de manifestantes voltaram a encher as ruas de Hong Kong de guarda-chuvas amarelos. Os participantes reclamam a possibilidade de eleger o chefe do governo do território nas eleições de 2017. O executivo de Pequim pretende dar o voto aos eleitores mas os candidatos têm que ser aprovados pelo regime.

Desta vez o movimento pró-democracia não ocupou nenhuma zona da cidade. No final do ano passado os protestos duraram mais de dois meses e bloquearam a metrópole chinesa. As autoridades mobilizaram dois milhares de polícias para evitar que os manifestantes voltassem a ocupar as artérias mais importantes de Hong Kong, embora os organizadores da marcha tivessem declarado não ser essa a sua intenção.

A participação neste protesto ficou longe da registada no outono, quando o movimento conseguiu concentrar cerca de cem mil pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Começaram as alegações finais do julgamento de dezenas de ativistas em Hong-Kong

Aumento no número de casos de pneumonia na China não preocupa OMS

Cooperação Rússia-China para "salvaguardar a justiça internacional”