EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Agência Espacial Europeia testa reentrada na atmosfera de vaivém experimental

Agência Espacial Europeia testa reentrada na atmosfera de vaivém experimental
Direitos de autor 
De  Francisco Marques com Jeremy Wilks, ESA, SpaceX
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O IXV tem partida agendada para o início da tarde desta quarta-feira e regresso previsto, com um mergulho no Pacífico, para 1h40 depois

PUBLICIDADE

A Agência Espacial Europeia lança esta quarta-feira um novo protótipo de nave espacial que se pretende poder ser reutilizada à imagem do que acontecia com o antigo “Space Shuttle”, o famoso vaivém espacial da norte-americana NASA, que funcionou entre 1981 e 2011.

O Veículo Experimental Intermédio, conhecido pela sigla inglesa IXV, vai ser lançado às costas de um foguete VEGA. O objetivo é testar o processo de reentrada controlada na atmosfera terrestre e perceber como a estrutura da nave será afetada.

What does #IXV face? The size of a Volvo estate, it will be chucked 420km into space, hit 27,000km/h, then heat to 1700 C during re-entry

— Jeremy Wilks (@WilksJeremy) 10 fevereiro 2015

O especialista da euronews em exploração espacial, Jeremy Wilks, lembra que “este é apenas um voo experimental” e avisa que “tudo pode acontecer”. “Embora sejam possíveis simulações em computadores ou túneis de vento, não há melhor maneira de aprendermos tudo sobre a reentrada na atmosfera do que ir mesmo ao espaço e voltar. O IXV está coberto de sensores. São mais de 300 a recolher informações sobre a pressão e a temperatura em toda a nave à medida que ela estará a descer até ao mergulho previsto no oceano Pacífico”, antecipa Wilks.

A partida do IXV está agendada para o início da tarde desta quarta-feira, do centro espacial de Kourou, na Guiana Francesa. O mergulho no Pacífico está previsto acontecer uma hora e 40 minutos depois da partida.

As viagens ao espaço estão a entrar numa nova era. Nos Estados Unidos, a NASA entregou a tarefa de viajar para o espaço a duas empresas privadas, que têm vindo a desenvolver protótipos de naves para, inclusive, eventual recurso turístico no futuro.

Vega takes the challenge! #IXV is 2nd qual. & 4th overall flight for ESA’s small launcher http://t.co/w5815JSnrFpic.twitter.com/A9UPdhAjG4

— ESA IXV (@esa_ixv) 10 fevereiro 2015

A SpaceX é uma dessas empresas e, curiosamente, esta semana tem previsto o lançamento do satélite DSCOVR a bordo do foguetão Falcon 9. É, igualmente, uma viagem experimental similar à da europeia IXV, mas que tem vindo a ser sucessivamente retardada nos últimos dias devido a várias questões técnicas e, como neste terça-feira, meteorológicas.

A nova tentativa de lançamento do DSCOVR – a primeira verdadeira missão espacial da SpaceX – está prevista para esta quarta-feira, pouco depois das 18 horas locais (23 horas em Lisboa). A empresa aerosespacial fez regressar, entretanto, à Terra a cápsula de carga Dragon. A nave não tripulada estava acoplada à Estação Espacial Internacional, de onde regressou com cerca de 1,8 toneladas de equipamento e material resultante de experiências científicas. Auxiliada por paraquedas numa descida que se prolongou por mais de cinco horas, a Dragon amarou no Oceano Pacífico, 420 quilómetros ao largo do sudoeste de Long Beach, na Califórnia.

Splashdown of #Dragon in the Pacific from earlier today, carrying about 3,700 lbs of cargo from the Space_Station</a>. <a href="http://t.co/21nFdr4ZqR">pic.twitter.com/21nFdr4ZqR</a></p>&mdash; SpaceX (SpaceX) 11 fevereiro 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Memórias da ida à lua

Agência Espacial Europeia selecionou cinco novos astronautas entre mais de 20 mil candidatos

Depois do cancelamento na semana passada, nave espacial russa descola do Cazaquistão