EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Rússia promete resposta às novas sanções da UE

Rússia promete resposta às novas sanções da UE
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A Rússia prometeu uma “reação adequada” às novas sanções anunciadas pela União Europeia depois de confirmada a violação do cessar-fogo entre os

PUBLICIDADE

A Rússia prometeu uma “reação adequada” às novas sanções anunciadas pela União Europeia depois de confirmada a violação do cessar-fogo entre os separatistas pró-Rússia e as tropas de Kiev.

Bruxelas ampliou a lista negra das empresas e cidadãos russos sancionados devido ao apoio que Moscovo está a fornecer ao conflito armado no leste da Ucrânia.

O vice-ministro russo da Defesa, Anatoli Antonov, o primeiro vice-ministro da Defesa, Arkadi Bakhin, o subchefe do Estado-Maior das Forças Armadas, Andrei Kartapolo são algumas das figuras visadas.

Em vigor a partir de hoje, a nova vaga de medidas visa mais 19 pessoas e nove entidades.

Desde março de 2014, a UE pôs em vigor diversas ações punitivas contra personalidades ou empresas russas.

Até o momento, 151 pessoas e 37 entidades fazem parte da lista negra.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente da Geórgia garante em entrevista à Euronews que vai vetar lei dos "agentes estrangeiros"

Putin enaltece comércio bilateral no último dia da sua visita à China

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico