Última hora
This content is not available in your region

Polícia ucraniana prende suspeitos de atentado bombista em Kharkiv

Polícia ucraniana prende suspeitos de atentado bombista em Kharkiv
Tamanho do texto Aa Aa

Na Ucrânia, o aniversário da revolta foi abalado por uma explosão que fez pelo menos dois mortos, durante uma marcha em Kharkiv, a segunda cidade do país.

Os nossos inimigos tentaram desestabilizar a situação no país. Como sabem, aconteceu um ato terrorista em Kharkiv e os nossos serviços de segurança evitaram um outro ato em Odessa.

A deflagração de uma bomba artesanal aconteceu no início da marcha, por volta das 13h00 locais. Vitimou um dos participantes na marcha e também um polícia.

Uma testemunha ocular conta o que viu: “A coluna de pessoas formava uma linha. Os que morreram iam à frente. Começaram a andar, tinham já avançado cerca de 10 metros e a explosão aconteceu à frente. Tenho a impressão que foi no passeio, mas é difícil dizer se o engenho explosivo foi atirado ou se foi alguém que o deixou lá e depois fugiu.”

A polícia já prendeu quatro suspeitos de estarem por detrás do atentado. Segundo uma fonte dos serviços de segurança, trata-se de homens que tiveram treino militar na Rússia.

O presidente Petro Poroshenko diz que estes atos não vão conseguir desestabilizar o país: “Os nossos inimigos tentaram desestabilizar a situação no país. Como sabem, aconteceu um ato terrorista em Kharkiv e os nossos serviços de segurança evitaram um outro ato em Odessa”.

O incidente não impediu a continuação da marcha de aniversário da revolução.

Kharkiv é a principal cidade do leste da Ucrânia, fica a cerca de 200 quilómetros da zona de conflito e está 100% controlada pelo governo de Kiev.