Atentado no Mali mata 2 crianças e 1 capacete azul da ONU

Atentado no Mali mata 2 crianças e 1 capacete azul da ONU
De  Dulce Dias com AFP E REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O ataque não foi reivindicado mas ocorre após a Minusma, a missão da ONU, ter oferecido ajuda às autoridades malianas para encontrar os autores do atentado de Bamako

PUBLICIDADE

Duas crianças e um capacete azul da ONU morreram, este domingo, no Mali, resultado de uma série de tiros de morteiro e de obuses que visaram a base de Kidal da Minusma, a missão das Nações Unidas.

O soldado morto pertencia ao contingente chadiano, numericamente o mais importante em Kidal.

Segundo fonte da Minusma, alguns morteiros atingiram o acampamento da tribo árabe Kountas, a 3 km da base da ONU.

Rhissa Ag, um habitante do acampamento, explica: “Os morteiros começaram a cair enquanto dormíamos. O terceiro caiu muito próximo da casa. Dois membros da minha família morreram e a minha mulher e um dos nossos filhos ficaram feridos.”

Feridos ficaram igualmente oito soldados da ONU.

Contrariamente ao atentado de Bamako, que, na noite de sexta-feira para sábado, fez cinco mortos num restaurante da capital, este não foi reivindicado. Ele ocorre, contudo, após a Minusma ter oferecido ajuda às autoridades malianas para encontrar os autores do ataque de Bamako.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ressurgimento do terrorismo no Mali

Quase metade dos animais migratórios estão em risco

Israel diz ter descoberto túneis do Hamas debaixo da sede da UNRWA