Islândia desistiu da candidatura à União Europeia

Islândia desistiu da candidatura à União Europeia
Direitos de autor 
De  Euronews com AFP, THE GUARDIAN
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A Islândia pôs fim ao processo de adesão à União Europeia. A coligação conservadora comunicou a decisão à presidência letã da UE e à Comissão de

PUBLICIDADE

A Islândia pôs fim ao processo de adesão à União Europeia. A coligação conservadora comunicou a decisão à presidência letã da UE e à Comissão de Bruxelas esta quinta-feira. O ministro dos Negócios Estrangeiros, Gunnar Bragi Sveinsson, esclareceu que o executivo não pretende realizar um referendo sobre esta matéria.

Alguns populares concentraram-se diante do parlamento, ao final do dia, para protestar contra a decisão, mas atualmente a maioria dos islandeses já não sonha com a União Europeia.

O pedido de adesão foi feito em 2009, na sequência da chegada ao poder do primeiro governo de centro-esquerda na Islândia. Os sociais-democratas olharam para o euro como um meio para enfrentar a crise financeira em que o país se afogou. Mas depois chegou a crise do euro e a mudança do governo, quatro anos depois. Os islandeses nunca olharam com bons olhos para a política de pescas da UE, que é um setor essencial para o país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Apelo ao reforço da Operação Aspide de proteção dos navios do Mar Vermelho

Funcionário sueco da UE detido há dois anos no Irão

Líderes da União Europeia condenam ataque do Irão a Israel e apelam à contenção