This content is not available in your region

Argentina desclassifica documentos do atentado de 1994

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Argentina desclassifica documentos do atentado de 1994

A documentação relativa ao atentado contra um centro judaico em Buenos Aires, que fez 85 mortos e 300 feridos em 1994, foi desclassificada. A decisão do governo argentino surge na sequência da morte do procurador Alberto Nisman, em janeiro. Nisman acusava a presidente Cristina Kirchner de entrave à justiça.