A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

França: Médicos contestam reforma da Saúde

França: Médicos contestam reforma da Saúde
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de batas brancas, médicos e pessoal médico, irritados contra o projeto de reforma da Saúde marcharam domingo em Paris.

Um protesto encabeçado pelos
representantes dos principais sindicatos médicos e internos para denunciar o texto que vai começar a ser discutido terça-feira.

“ O protesto é para podermos tratar adequadamente as pessoas e em boas condições. Queremos médicos que fazem medecina real não administrativos”.

A polémica inside sobre a externalização do pagamento da consulta. Os médicos recusam ser pagos pelas seguradoras ato que aumentará a burocracia em todos os consultórios em detrimento do tempo consagrado ao doente.

Parte dos 40 mil manifestantes exige a retirada do texto e demissão da ministra da Saúde.