EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Síria: 200 mil mortos em quatro anos de guerra

Síria: 200 mil mortos em quatro anos de guerra
Direitos de autor 
De  Euronews com AFP, REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Foi há quatro anos que se realizou a primeira manifestação na Síria contra o presidente Bashar al-Assad. A guerra civil que se seguiu fez cerca de

PUBLICIDADE

Foi há quatro anos que se realizou a primeira manifestação na Síria contra o presidente Bashar al-Assad. A guerra civil que se seguiu fez cerca de 200 mil mortos, de acordo com a ONU que avança outros números terríveis: quase 4 milhões de refugiados nos países vizinhos e 7,5 milhões de deslocados na Síria. Para a Unicef, há cerca de 14 milhões de crianças afetadas pelo conflito que se estendeu ao vizinho Iraque. Mas em Aleppo, o pequeno Mohamed apenas pede a Deus para ser o melhor aluno da classe, para que o pai que está no Paraíso se orgulhe dele e dos seus irmãos.

Aleppo é uma cidade dividida e os habitantes dispõem apenas de uma hora e meia de eletricidade por dia. Mas a situação na capital não é muito melhor. A família de Um Bashir teve de se refugiar em Jaramana, um subúrbio de Damasco. Os sete elementos da família partilham um quarto sem condições.

“Eu desejo regressar a casa e gostava que as pessoas acordassem e parassem com a guerra. Eu perdi a esperança. Vivo em condições muito difíceis com os meus filhos mas dou graças a Deus” – afirma Um Bashir.

Além das dificuldades no terreno, as agências humanitárias confrontam-se com falta de dinheiro. De acordo com as Nações Unidas, em 2013 o financiamento cobriu 71 por cento das necessidades. Um valor que em 2014 caiu para 54 por cento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Duas crianças entre os seis mortos após bombardeamentos de Assad em Idlib

Região rebelde de Idlib bombardeada após ataque em Homs

Ataque aéreo provoca várias vítimas mortais num mercado no noroeste da Síria