Iémen: EI iinflama guerra civil com triplo atentado suicida em Sanaa

Iémen: EI iinflama guerra civil com triplo atentado suicida em Sanaa
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A ação dos grupos terroristas soma-se ao clima de guerra civil no Iémen. Pelo menos 142 pessoas morreram e mais de 350 ficaram feridas durante um

PUBLICIDADE

A ação dos grupos terroristas soma-se ao clima de guerra civil no Iémen.

Pelo menos 142 pessoas morreram e mais de 350 ficaram feridas durante um triplo atentado suicida em Sanaa.

A ação reivindicada pelo Estado Islâmico, uma das primeiras levadas a cabo pelo grupo islamita no país, visou várias mesquitas frequentadas pela comunidade xiita, em especial a minoria Houti, cujas milícias ocupam atualmente a capital.

Os suicidas fizeram deflagrar as cargas explosivas no interior e exterior de duas mesquitas, durante a oração de sexta-feira, vitimando o principal líder religioso dos Houtis, Al-Mourtada Ben Zayd Al-Muhatwari.

No sul do país pelo menos 29 soldados fiéis ao presidente Abdullah Saleh foram mortos num ataque atribuído à rede Al-Qaida.

Desde janeiro, que os confrontos aumentam de tom entre as milícias Houtis, apoiadas pelo antigo presidente e as forças leais ao atual chefe de estado, depois dos rebeldes terem conseguido tomar o controlo da capital.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Incêndio em prédio de 14 andares em Valência faz pelo menos quatro mortos

Mãe de Alexei Navalny pede à justiça entrega do corpo

Russos continuam a homenagear Navalny apesar do risco de detenção. Mais de 400 já foram presos