EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Barcelona dá passo de gigante, equilíbrio a sério só em França

Barcelona dá passo de gigante, equilíbrio a sério só em França
Direitos de autor 
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Esta semana todas as atenções dos adeptos de futebol estiveram voltadas para o Camp Nou, onde Barcelona e Real Madrid mediram forças no maior

PUBLICIDADE

Esta semana todas as atenções dos adeptos de futebol estiveram voltadas para o Camp Nou, onde Barcelona e Real Madrid mediram forças no maior clássico do país vizinho.

O Real Madrid esteve melhor… mas só até ao momento de rematar à baliza. Já os catalães marcaram praticamente nas duas primeiras oportunidades que criaram.

O primeiro golo, de Jérémy Mathieu, até motivou uma reação enérgica dos merengues e o empate de Cristiano Ronaldo 12 minutos depois.

O segundo fez cair a equipa de Carlo Ancelotti, que até então tinha dominado. O Real não mais conseguiu criar perigo, o Barcelona desperdiçou várias oportunidades para fazer o terceiro.

Com este triunfo, a equipa blaugranat deu um passo de gigante rumo à conquista do título espanhol. Só por uma vez os madridistas conseguiram recuperar uma desvantagem de quatro pontos no último terço do campeonato, com Fabio Capello em 2007.

[CLASIFICACIÓN] Un líder claro, un perseguidor, lucha por la Champions, tensión por abajo… http://t.co/7pgTn7bU6tpic.twitter.com/EFlEa2P8×2

— LigaBBVA (@LigaBBVA) 23 março 2015

Na Premier League, há muito que Liverpool e Manchester United estão afastados da luta pelo título mas nem por isso a rivalidade é menos intensa, sobretudo quando estão em jogo os milhões da Liga dos Campeões.

A equipa de van Gaal foi a Anfield vencer por 2-1 com dois golos de Juan Mata. O conjunto de Brendan Rodgers não perdia para o campeonato desde 14 de dezembro, quando foi derrotado por 3-0… pelo Manchester United.

O encontro ficou ainda marcado pela expulsão de Steven Gerrard apenas 38 segundos depois de entrar em campo. O capitão dos reds, de saída para o LA Galaxy, jogava o último clássico frente ao United mas despediu-se da pior forma após ter pisado Ander Herrera.

Steven Gerrard: I take full responsibility for my red card http://t.co/Fkn7UinH2J#LFCpic.twitter.com/VwcDiiqdrz

— Liverpool FC (@LFC) 22 março 2015

O fim de semana em Inglaterra ficou ainda marcado pelo hat-trick de Harry Kane. O ponta de lança do Tottenham, grande revelação da temporada na Premier League, marcou por três vezes na receção ao Leicester e tem agora onze golos nos últimos oito jogos. Partilha a liderança dos melhores marcadores da Premier League com Diego Costa.

Here's how the table looks after a dramatic #BPL weekend… pic.twitter.com/kpgaXeUT6z

— Premier League (@premierleague) 23 março 2015

Na Alemanha o Bayern de Munique continua tranquilo na liderança. Mesmo perdendo em casa frente ao Borussia Mönchengladbach, os bávaros seguem na frente com uma vantagem de 10 pontos sobre o Wolfsburg.

No encontro da Allianz Arena, o Mönchengladbach venceu com dois golos de Raffael, o primeiro aproveitando um frango um frango monumental de Manuel Neuer.

A Liga francesa continua a ser pautada pelo equilíbrio. Na 30ª jornada o Lyon foi surpreendido em pleno Stade Gerland pelo Nice e perdeu a liderança para o Paris Saint-Germain, que não sentiu dificuldades para levar de vencida o Lorient por 3-1.

O Marselha goleou o Lens por 4-0 e segue a apenas dois pontos dos parisienses. Também na corrida pelo título está o Mónaco, que venceu em Reims por 3-1. A equipa de Leonardo Jardim está a seis pontos da liderança mas tem um jogo em atraso.

Em Itália, a Juventus impôs-se ao Génova com um tento solitário da Carlos Tévez e tem o scudetto praticamente assegurado.

Há 21 anos

A 23 de março de 1994 Ronaldo vestiu pela primeira vez a camisola do escrete canarinho num amigável frente à Argentina. O início de uma viagem excecional, com 98 internacionalizações, para o Fenómeno.

Ronaldo tinha então 17 anos de idade e entrou a dez minutos dos noventa para o lugar de Bebeto, já com o resultado de 2-0 para os brasileiros no marcador.

Se então não conseguiu mexer com o jogo, o mesmo não se pode dizer da sua carreira. Despediu-se dos relvados em 2011 com dois títulos mundiais no palmarés.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Barcelona suspeito de corrupção

Gundogan vai para o Barcelona

Sapatilhas inteligentes e luvas para sentir o mundo digital em destaque em Barcelona