EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Iémen: ONU impõe embargo de armas aos rebeldes huties

Iémen: ONU impõe embargo de armas aos rebeldes huties
Direitos de autor 
De  Euronews com REUTERS, EFE, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O Conselho de Segurança das Nações Unidas colocou o líder das milícias xiitas huties e o filho do ex-chefe de Estado iemenita, Ali Abdallah Saleh

PUBLICIDADE

O Conselho de Segurança das Nações Unidas colocou o líder das milícias xiitas huties e o filho do ex-chefe de Estado iemenita, Ali Abdallah Saleh, numa lista negra e impôs um embargo sobre a venda de armas aos rebeldes.

As deliberações foram aprovadas, esta terça-feira, por 14 membros do Conselho. A Rússia que ao longo das últimas semanas defendeu uma outra proposta, optou por se abster.

“A única alternativa para o conflito no Iémen é uma solução política. Esperamos que as Nações Unidas tomem ações que promovam as negociações de paz entre os diferentes partidos envolvidos no conflito. Penso, no entanto, que vai ser necessário mudar a base de trabalho” refere O embaixador russo nas Nações Unidas, Vitali Tchourkine.

O texto redigido pela Jordânia e por vários países do Golfo exorta, ainda, os rebeldes huties – que controlam a maior parte do Iémen – a pôr fim à violência, a depor as armas e a libertar os prisioneiros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mísseis houthis atingem petroleiro no Mar Vermelho. Drone americano abatido

Três mortos e quatro feridos no primeiro ataque mortal dos Houthis a um navio comercial

EUA e Reino Unido atacam alvos Houthi no Iémen depois de um navio ter sido atingido no Mar Vermelho