This content is not available in your region

Germanwings: restos mortais vão ser entregues às famílias

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
euronews_icons_loading
Germanwings: restos mortais vão ser entregues às famílias

Os restos mortais das 150 vítimas da queda do avião da Germanwings nos Alpes franceses em março, foram identificados, e poderão ser entregues às suas famílias, informou a procuradoria de Marselha, num comunicado divulgado esta terça-feira.

A comissão de identificação das vítimas da queda do Airbus A320 “confirmou a identidade das 150 vítimas e os atestados de óbito foram assinados”, informa o comunicado.

Os responsáveis da Lufthansa receberam a documentação necessária para a repatriação dos corpos.

O co-piloto alemão Andreas Lubitz, de 27 anos, é suspeito de ter deliberadamente provocado a queda do avião que partira de Barcelona rumo a Duesseldorf, no dia 24 de março.

Depois de ter trancado a porta da cabine para impedir a entrada do capitão, o co-piloto programou intencionalmente o piloto automático para fazer descer o avião até colidir com o solo, provocando a queda e a morte imediata dos 144 passageiros e seis tripulantes.