Em Wembley, os \u0022gunners\u0022 golearam o Aston Villa, por 4-0-zero, e ultrapassaram o Manchester United, tornando-se no clube com mais Ta\u00e7as de Inglaterra: 12.

Congratulations to Arsenal and Arsene Wenger #FACupFinal #RecordBreakers pic.twitter.com/79Jcbv5gBR\u2014 The FA (FA) 30 maio 2015

Apesar de o jogo ter como \u00fanico sentido a baliza do Aston Villa, a equipa londrina apenas conseguiu inaugurar o marcador perto do intervalo. Marcou Theo Walcott, aos 40 minutos. O chileno Alexis Sanchez, aos 50, o alem\u00e3o Per Mertesacker, aos 62, e o franc\u00eas Olivier Giroud, j\u00e1 nos descontos, marcaram os restantes golos do Arsenal.

.Arsenal #FACupFinal winners 1930, 1936, 1950, 1971, 1979, 1993, 1998, 2002, 2003, 2005, 2014, 2015 #record pic.twitter.com/fLzohd81kR\u2014 The FA (FA) 30 maio 2015

Em Espanha, com o hino nacional abafado por um monumental coro de assobios antes do in\u00edcio da partida, o Barcelona confirmou a dobradinha, juntando a Ta\u00e7a do Rei ao campeonato.

Si eres del FCBarcelona_es seguro que guardas esta foto. \u00a1As\u00ed levantaron Xavi y andresiniesta8 la #CopaDelRey! pic.twitter.com/yzvD3qsdFL

— RFEF (rfef) 30 maio 2015 Numa final disputada em Camp nou ap\u00f3s recusa do Real Madrid em ceder o Santiago Bernab\u00e9u para mais uma eventual celebra\u00e7\u00e3o dos catal\u00e3es, os \u201cblau grana\u201d derrotaram o Athletic de Bilbau, por 3-1. Messi, por duas vezes (a primeira foi um outro hino, mas ao futebol), e Neymar marcaram pelos catal\u00e3es. Williams reduziu para os bascos, num jogo que pode ter representado o adeus do barcelonista Xavi ao futebol espanhol \u2014 o m\u00e9dio j\u00e1 anunciou o adeus ao Barcelona, onde joga desde 1991. Na pr\u00f3xima semana, o Barcelona pode ainda conquistar uma \u201ctripleta\u201d, na final da Liga dos Campe\u00f5es, diante da Juventus. Em Fran\u00e7a, o Paris Saint Germain venceu no Stade de France o Auxerre, por 1-0. O uruguaio Edison Cavani marcou o golo que permitiu ao PSG assegurar a conquista dos quatro t\u00edtulos franceses em disputa. A equipa da capital confirma que n\u00e3o tem rival \u00e0 altura a n\u00edvel interno. F\u00e9licitations aux parisiens PSG_Inside pour ce deuxi\u00e8me doubl\u00e9 #CDL#CDF au #stadedefrance apr\u00e8s celui de 1998 ! pic.twitter.com/I7ZYvreu2v

— Stade de France (StadeFrance) 30 maio 2015 Por fim, o Wolfsburgo, com o portugu\u00eas Vieirinha a titular, derrotou em Berlim o Borussia de Dortmund, por 3-1. Aubameyang ainda adiantou os \u201camarelos\u201d no marcador, aos 5 minutos, mas o brasileiro Luiz Gustavo empatou, aos 22. Pouco depois, De Bruyne assinou a \u201ccambalhota\u201d no marcador e, j\u00e1 na segunda parte, Bas Dost (v\u00eddeo em baixo) sentenciou o resultado final. O jogo marcou a despedida do treinador Jurgen klopp do Dortmund. Depois de uma rela\u00e7\u00e3o repleta de grandes momentos, este foi um adeus amargo, a perder e num ano negro para o clube, que passou inclusive boa parte do campeonato nos lugares de descida. Klopp \u00e9 um dos nomes em cima da mesa para suceder a Carlo Ancelotti no Real Madrid e at\u00e9 j\u00e1 sabe pedir uma \u201ccerveza\u201d em espanhol. J\u00fcrgen Klopp: \u0022Es f\u00e4llt mir schwer loszulassen\u0022 #bvbwob http://t.co/PQm68GONe6 pic.twitter.com/zU85Yo18CT\u2014 Borussia Dortmund (BVB) 30 maio 2015

Alan juntou-se a Adrien no relvado com a t\u00e3o desejada ta\u00e7a a unir os advers\u00e1rios de amanh\u00e3 #JuntosnoJamorpic.twitter.com/qgdbMqt2uA

— SC Braga (SCBragaOficial) 30 maio 2015", "dateCreated": "2015-05-30 23:26:01", "dateModified": "2015-05-30 23:26:01", "datePublished": "2015-05-30 23:26:01", "image": { "@type": "ImageObject", "url": "https://static.euronews.com/articles/307040/1440x810_307040.jpg", "width": "1440px", "height": "810px", "caption": "Num s\u00e1bado de finais de Ta\u00e7a por essa Europa fora, Barcelona e Arsenal tamb\u00e9m festejaram. Jurgen Klopp deixa Dortmund de m\u00e3os a abanar", "thumbnail": "https://static.euronews.com/articles/307040/385x202_307040.jpg", "publisher": { "@type": "Organization", "name": "euronews", "url": "https://static.euronews.com/website/images/euronews-logo-main-blue-403x60.png" } }, "author": { "@type": "Person", "name": "Francisco Marques", "url": "marques-f", "sameAs": "https://twitter.com/frmarques4655" }, "publisher": { "@type": "Organization", "name": "Euronews", "legalName": "Euronews", "url": "https://pt.euronews.com/", "logo": { "@type": "ImageObject", "url": "https://static.euronews.com/website/images/euronews-logo-main-blue-403x60.png", "width": "403px", "height": "60px" }, "sameAs": [ "https://www.facebook.com/pt.euronews", "https://twitter.com/euronewspt", "https://flipboard.com/@euronewspt", "https://www.linkedin.com/company/euronews" ] }, "video": { "@type": "VideoObject", "name": "Vieirinha festeja na Alemanha e PSG faz o pleno em Fran\u00e7a", "description": "Num s\u00e1bado de finais de Ta\u00e7a por essa Europa fora, Barcelona e Arsenal tamb\u00e9m festejaram. Jurgen Klopp deixa Dortmund de m\u00e3os a abanar", "thumbnailUrl": "https://static.euronews.com/articles/307040/385x202_307040.jpg", "width": "385px", "height": "202px", "uploadDate": "2015-05-30 23:26:01", "duration": "PT1M", "contentUrl": "https://video.euronews.com/mp4/med/lifestyle/pt/150530_SPSU_230A0-000405_P.mp4", "embedUrl": "/embed/2507427", "publisher": { "@type": "Organization", "name": "Euronews", "legalName": "Euronews", "url": "https://pt.euronews.com/", "logo": { "@type": "ImageObject", "url": "https://static.euronews.com/website/images/euronews-logo-main-blue-403x60.png", "width": "403px", "height": "60px" }, "sameAs": [ "https://www.facebook.com/pt.euronews", "https://twitter.com/euronewspt", "https://flipboard.com/@euronewspt", "https://www.linkedin.com/company/euronews" ] } } }, { "@type": "WebSite", "name": "Euronews.com", "url": "https://pt.euronews.com/", "potentialAction": { "@type": "SearchAction", "target": "https://pt.euronews.com/search?query={search_term_string}", "query-input": "required name=search_term_string" }, "sameAs": [ "https://www.facebook.com/pt.euronews", "https://twitter.com/euronewspt", "https://flipboard.com/@euronewspt", "https://www.linkedin.com/company/euronews" ] } ] }
This content is not available in your region

Vieirinha festeja na Alemanha e PSG faz o pleno em França

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Vieirinha festeja na Alemanha e PSG faz o pleno em França

O Wolfsburgo, do português Vieirinha, conquistou pela primeira vez a Taça da Alemanha, o Paris Saint-Germain fez o pleno em França, o Barcelona garante a dobradinha em Espanha e o Arsenal tornou-se no clube com mais Taças de Inglaterra da história. Este foi um sábado repleto de finais por essa Europa fora.


Numa final disputada em Camp nou após recusa do Real Madrid em ceder o Santiago Bernabéu para mais uma eventual celebração dos catalães, os “blau grana” derrotaram o Athletic de Bilbau, por 3-1.

Messi, por duas vezes (a primeira foi um outro hino, mas ao futebol), e Neymar marcaram pelos catalães. Williams reduziu para os bascos, num jogo que pode ter representado o adeus do barcelonista Xavi ao futebol espanhol — o médio já anunciou o adeus ao Barcelona, onde joga desde 1991.

Na próxima semana, o Barcelona pode ainda conquistar uma “tripleta”, na final da Liga dos Campeões, diante da Juventus.

Em França, o Paris Saint Germain venceu no Stade de France o Auxerre, por 1-0. O uruguaio Edison Cavani marcou o golo que permitiu ao PSG assegurar a conquista dos quatro títulos franceses em disputa. A equipa da capital confirma que não tem rival à altura a nível interno.


Por fim, o Wolfsburgo, com o português Vieirinha a titular, derrotou em Berlim o Borussia de Dortmund, por 3-1.

Aubameyang ainda adiantou os “amarelos” no marcador, aos 5 minutos, mas o brasileiro Luiz Gustavo empatou, aos 22. Pouco depois, De Bruyne assinou a “cambalhota” no marcador e, já na segunda parte, Bas Dost (vídeo em baixo) sentenciou o resultado final.


O jogo marcou a despedida do treinador Jurgen klopp do Dortmund. Depois de uma relação repleta de grandes momentos, este foi um adeus amargo, a perder e num ano negro para o clube, que passou inclusive boa parte do campeonato nos lugares de descida. Klopp é um dos nomes em cima da mesa para suceder a Carlo Ancelotti no Real Madrid e até já sabe pedir uma “cerveza” em espanhol.