Iémen: governo no exílio anuncia reconquista de Aden

Iémen: governo no exílio anuncia reconquista de Aden
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os combatentes fiéis ao governo iemenita exilado na Arábia Saudita retomaram esta sexta-feira o controlo da totalidade de Aden, incluíndo o porto da

PUBLICIDADE

Os combatentes fiéis ao governo iemenita exilado na Arábia Saudita retomaram esta sexta-feira o controlo da totalidade de Aden, incluíndo o porto da principal cidade do sul do Iémen.

O anúncio da “libertação” de Aden, que tinha caído nas mãos da rebelião houthi no fim de março, foi feito pelo primeiro-ministro iemenita, a partir do exílio em Riad, e confirmado pela população local.

A reconquista da cidade portuária marca um ponto de viragem depois de quase quatro meses de conflito que fizeram mais de 3500 mortos e um milhão de deslocados.

Apesar do anúncio, residentes constatam ainda tiroteios esporádicos, em vários bairros de Aden.

Os rebeldes xiitas, apoiados pelo Irão, continuam a controlar a capital Saná, apesar da ofensiva das forças progovernamentais, com o apoio da campanha de bombardeamentos liderada pela Arábia Saudita.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA avisam que não vão parar ataques contra militantes apoiados pelo Irão no Iraque e na Síria

Tripulação apaga incêndio em petroleiro atingido por míssil Houthi ao largo do Iémen

Os Houthis são o modelo dos atores não estatais do século XXI