Madrid não recebeu reivindicações relativamente aos jornalistas desaparecidos

Madrid não recebeu reivindicações relativamente aos jornalistas desaparecidos
Direitos de autor 
De  João Peseiro Monteiro com EFE, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo espanhol não recebeu nenhuma reivindicação relativamente ao desaparecimento de três jornalistas na Síria. O executivo de Madrid não

PUBLICIDADE

O governo espanhol não recebeu nenhuma reivindicação relativamente ao desaparecimento de três jornalistas na Síria. O executivo de Madrid não privilegia nenhuma hipótese de momento. Antonio Pampliega, José Manuel Lopez e Angel Sastre chegaram à cidade de Alepo, com passagem pela Turquia, a 10 de julho. Dois dias depois perdeu-se o contacto com os três repórteres. Teme-se que tenham sido raptados.

O chefe da diplomacia espanhola refere que “infelizmente este não é o primeiro caso nos quase quatro anos” em que está em funções. José Manuel García-Margallo sublinha que “todos os casos se resolveram de forma satisfatória” e que “aqueles que não saltaram para a imprensa” resolveram-se bastante mais depressa. “O importante” – rematou – “é trazê-los de volta a casa, sãos e salvos e o mais rapidamente possível. E para isso a discrição é a regra.”

Em setembro de 2013 três outros jornalistas espanhóis foram raptados no país e libertados seis meses depois. A Síria é considerada o país mais perigoso do mundo para jornalistas pela organização Repórteres Sem Fronteiras. Desde 2011 morreram pelo menos 44 jornalistas a cobrir a guerra civil na Síria.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)0; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/en_US/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));> With spanish friends…

Posted by Usama Ajjan on Saturday, July 11, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Três jornalistas espanhóis desaparecidos na Síria

Um arquiteto juntou-se a 17 famílias e nasceu a primeira cooperativa de habitação em Madrid

Processo de António Costa desce do Supremo para o DCIAP