A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Índia proíbe acesso a sites pornográficos

Índia proíbe acesso a sites pornográficos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na Índia, o governo bloqueia centenas de sites na internet, para travar a pornografia, que classifica de flagelo social.

A decisão está a provocar um debate aceso no país sobre censura e liberdade num regime democrático.

No mês passado, o Supremo Tribunal recusou-se a impor uma proibição total da pornografia na internet, exigida por uma petição pública que associava a pornografia na Internet aos crimes sexuais, considerando que o acesso privado a sites pornográficos é um direito dos cidadãos.

Na terça-feira a imprensa local sugeriu que o governo tenciona suavizar a medida proibitiva.