EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Tailândia: polícia divulga retrato de suspeito de atentado

Tailândia: polícia divulga retrato de suspeito de atentado
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com EFE / Lusa / AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A polícia tailandesa publicou um retrato-robô do suposto autor do atentado de Banguecoque, que fez duas dezenas de mortos e mais de 120 feridos junto

PUBLICIDADE

A polícia tailandesa publicou um retrato-robô do suposto autor do atentado de Banguecoque, que fez duas dezenas de mortos e mais de 120 feridos junto a um templo da capital.

As autoridades tentam agora apurar a nacionalidade do suspeito, que aparece em imagens de uma câmara de vigilância pouco antes do ataque. Foi oferecida uma recompensa de cerca de 25.000 euros por qualquer informação que conduza à sua detenção.

O chefe da polícia tailandesa precisou, no entanto, que “é improvável que o ataque tenha sido cometido por uma única pessoa. É provável que tenha contado com o envolvimento ou apoio de outros”.

Enquanto prosseguem as investigações, familiares a amigos das vítimas juntaram-se esta quarta-feira numa vigília no templo de Banguecoque visado pelo ataque de segunda-feira, reaberto novamente ao público. Outros residentes da capital tailandesa também decidiram homenagear os que perderam a vida.

Um habitante local explica que fez questão de passar pelo templo, pois está “muito triste com o que aconteceu”. Acrescenta que nunca pensou que “algo deste tipo se podia produzir no centro de Banguecoque”.

A maioria das vítimas já foi identificada mas, na morgue da capital tailandesa, as autoridades tentam identificar as restantes, enquanto os familiares choram as perdas. Entre os mortos há chineses, malaios e uma britânica, entre outras nacionalidades.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tailândia:Polícia procura "homem-bomba" de Banguecoque

Instabilidade na Tailândia: chefe do executivo culpa oposição do nordeste da autoria de atentados

Tailandeses e turistas assustados com as bombas em Banguecoque