A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Estados Unidos confirmam morte de "número dois" do autodenominado Estado Islâmico

Estados Unidos confirmam morte de "número dois" do autodenominado Estado Islâmico
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Casa Branca confirmou esta sexta-feira a morte do “número dois” do grupo autodenominado Estado Islâmico. Fadhil Ahmad al-Hayali, também conhecido como Hajji Mutazz, foi uma figura de proa do coletivo, mas não resistiu a um ataque aéreo das forças norte-americanas no Iraque e perdeu a vida na última terça-feira, 18 de agosto.

Foi atingido quando viajava num veículo perto de Mosul.

De acordo com o Governo dos Estados Unidos, além do “número dois” do autodenominado Estado Islâmico também morreu Abu Abdullah, que operava no setor dos meios de comunicação social do grupo.