Última hora
This content is not available in your region

Autoridades turcas acabam com recolher obrigatório em Cizre

Autoridades turcas acabam com recolher obrigatório em Cizre
Tamanho do texto Aa Aa

Acabou o recolher obrigatório na cidade turca de Cizre, que tinha sido imposto para combater os militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão.

E a violência dos combates entre o exército turco e o PKK são bem visíveis nas ruas de Cizre. Durante vários dias – os turcos falam em oito, os curdos em dez – os habitantes viveram um pesadelo.

“Estávamos aterrorizados. Não tínhamos eletricidade. Estávamos mortos de fome. Aquilo não era viver. O que teremos feito para merecer isto? Espero que Deus castigue Erdogan por isto”, contou uma mulher.

Outro habitante disse à Reuters que os militares turcos dispararam contra a sua casa.

Políticos pró-curdos dizem que 21 civis foram mortos, mas o ministro do Interior da Turquia confirmou apenas, na quinta-feira, a morte de um civil e de dezenas de militantes.

O Comissário dos Direitos Humanos para o Conselho da Europa, Nils Muiznieks, exigiu que observadores tenham acesso à cidade para avaliar a situação.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.