O "dia negro" da Finlândia

O "dia negro" da Finlândia
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na Finlândia chamaram-lhe “um dia negro”. Helsínquia assistiu à maior manifestação desde 1991, desta feita contra os cortes previstos nos serviços

PUBLICIDADE

Na Finlândia chamaram-lhe “um dia negro”. Helsínquia assistiu à maior manifestação desde 1991, desta feita contra os cortes previstos nos serviços públicos para enfrentar a recessão. Para além disso, viveu-se uma greve geral dos transportes, que deixou apeadas mais de 400 mil pessoas na capital.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Entre a Finlândia e a Rússia: uma fronteira fechada

Alexander Stubb eleito presidente da Finlândia

Finlandeses votam em novo presidente que irá orientar a política externa