Hamas avisa Israel contra novos raides

Hamas avisa Israel contra novos raides
De  Ricardo Figueira com AFP, Reuters, APTN
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A escalada de violência no Médio Oriente pode agravar-se. Depois das últimas mortes em Gaza, o Hamas promete voltar a atacar Israel.

PUBLICIDADE

Em Gaza, a raiva e o desespero tomaram conta das dezenas de pessoas que participaram no funeral da mulher palestiniana grávida e da filha de dois anos, mortas esta manhã num raide israelita.

The final farewell: Yahya's wife, daughter and unborn baby killed by #Israel|i air strike on #Gaza last night. pic.twitter.com/xUS1aCUzpR

— Sakir Khader (@sakirkhader) October 11, 2015

A casa onde a família vivia ficou completamente destruída. Segundo Israel, tratou-se da retaliação contra o lançamento de um roquete contra território israelita, intercetado pelo sistema antimíssil de Israel. Noutro incidente, morreu um rapaz de 12 anos.

O movimento islamita Hamas, que controla o território, já avisou Israel que não vai tolerar mais ataques deste tipo, sem especificar como vai ripostar em caso de novos raides.

O governo liderado por Benjamin Netanyahu anunciou um reforço da segurança nas fronteiras com a Faixa de Gaza e com a Cisjordânia, com a chamada de vários reservistas, depois desta última onda de ataques à faca contra judeus e israelitas.

PM: I commend the security forces, police, border police, the IDF & ISA for their dedicated and tireless actions for the security of Israel.

— PM of Israel (@IsraeliPM) October 11, 2015

Na Faixa de Gaza, Cisjordânia e Jerusalém-Leste, a tensão tem aumentado, com confrontos diários entre as pedras dos palestinianos e o gás lacrimogéneo de Israel. No posto de controlo de Huwara, perto de Nablus, o exército de Israel usou balas reais e feriu vários manifestantes.

Nesta mais recente onda de violência, nos últimos 12 dias, morreram 23 palestinianos e quatro israelitas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Segundo maior hospital de Gaza não está operacional. Israel quer reféns libertados até ao Ramadão

Israel diz ter descoberto túneis do Hamas debaixo da sede da UNRWA

Israel acolhe banda russa anti-Kremlin expulsa da Tailândia