OMS alerta: Charcutaria e carnes vermelhas podem causar cancro

OMS alerta: Charcutaria e carnes vermelhas podem causar cancro
De  Ricardo Figueira com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um relatório da OMS associa a carne vermelha e a carne processada ao risco de cancro nos intestinos.

PUBLICIDADE

Más notícias para os amantes de carne vermelha e de charcutaria: Este tipo de carne é cancerígeno. A conclusão é da Organização Mundial de Saúde (OMS), num relatório publicado esta segunda-feira.

As carnes processadas, como o fiambre, as salsichas e todo o tipo de charcutaria, foram colocadas no grupo 1 de elementos cancerígenos, que já inclui o tabaco, o amianto ou os escapes dos motores a gasóleo.

“O relatório da OMS reuniu provas de cientistas de todo o mundo, que examinaram toda a informação recolhida. Tudo indica que a comida processada e a carne vermelha estão muito ligadas a certos tipos de cancro”, diz a nutricionista Linda Johnston.

A OMS diz que o risco de contrair cancro dos intestinos aumenta com o consumo de carne processada, embora seja um risco limitado.

Quanto à carne vermelha, que inclui vaca, porco e borrego, as provas são menos cabais. A OMS classificou-a entre os alimentos provavelmente cancerígenos.

Experts concluded that each 50 gram portion of processed meat eaten daily increases the risk of colorectal #cancer by 18%

— WHO (@WHO) October 26, 2015

Processed meat refers to meat that has been salted, cured, fermented, smoked, other processes to enhance flavour or improve preservation

— WHO (@WHO) October 26, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Conservantes usados em carnes processadas aumentam risco de cancro

OMS alerta para risco de cancro face ao consumo de carne transformada

Estudo da OMS revela que um em cada seis jovens é vítima de cyberbullying na Europa