Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Navio de guerra norte-americano entra em águas reclamadas pela China

Navio de guerra norte-americano entra em águas reclamadas pela China
Tamanho do texto Aa Aa

O navio de guerra USS Lassen da Marinha dos Estados Unidos entrou, hoje, dentro do limite de 12 milhas náuticas de ilhas artificiais no Mar do Sul da China, cuja soberania é reclamada pela China.

A tensão na região tem aumentado desde que a China transformou os recifes da zona em pequenas ilhas capazes de acolher instalações militares, num gesto que os Estados Unidos da América entendem como uma ameaça à liberdade de navegação.

O arquipélago, rico em recursos marinhos e energéticos, localiza-se numa importante rota comercial e é igualmente reclamado pelas Filipinas, Brunei, Malásia, Vietname e Taiwan.

Pequim afirma que “se os EUA prejudicarem os interesses chineses fundamentais, o exército chinês irá reagir recorrendo à força.”

Washington não reconhece a reivindicação chinesa de soberania sobre as águas territoriais em torno das ilhas artificiais, e afirma que está a “realizar operações de rotina em conformidade com a lei internacional.”