EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

José Maria Marín declara-se inocente e pode sair com caução de 15 milhões de dólares

José Maria Marín declara-se inocente e pode sair com caução de 15 milhões de dólares
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

José Maria Marín, antigo presidente da Confederação Brasileira de Futebol declarou-se inocente perante um tribunal de Brooklyn, depois de ser acusado

PUBLICIDADE

José Maria Marín, antigo presidente da Confederação Brasileira de Futebol declarou-se inocente perante um tribunal de Brooklyn, depois de ser acusado pelas autoridades norte-americanas no âmbito do escândalo de corrupção da FIFA.

Marín faz parte do grupo de dirigentes e ex-dirigentes da FIFA suspeitos de terem aceitado luvas de mais de 100 milhões de dólares (mais de 90 milhões de euros).

O juiz concordou em libertar o réu 83 anos, após o pagamento de uma caução de 15 milhões de dólares (13,7 milhões de euros), e permitiu-lhe viver num apartamento em Nova Iorque até que o caso seja resolvido.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Gibraltar apresenta queixa à UEFA por causa dos cânticos de Espanha após a vitória no Euro

Real Madrid recebe Mbappé com um grande espetáculo no Bernabéu

“La Roja” festeja o triunfo no Campeonato da Europa com toda a Espanha