EUA prometem à França reforço do combate conjunto ao EI

EUA prometem à França reforço do combate conjunto ao EI
De  Michel Santos
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os Estados Unidos estão solidários com a França e preparados para reforçar o combate conjunto ao Daesh. A mensagem foi entregue pelo secretário de

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos estão solidários com a França e preparados para reforçar o combate conjunto ao Daesh.

A mensagem foi entregue pelo secretário de Estado norte-americano, John Kerry, esta manhã ao presidente francês, François Hollande, no Palácio do Eliseu em Paris.

“Estou convencido que nas próximas semanas o Daesh vai sentir ainda mais pressão. Eles já sentem, sentiram ontem, sentiram nas últimas semanas. Nós ganhámos mais território, o Daesh tem menos território. Nós eliminámos líderes e libertamos comunidades significantes”, anunciou Kerry.

Hollande vai encontrar-se com Barack Obama na próxima semana em Washington.

Na última noite as autoridades francesas realizaram 128 rusgas em diversas regiões francesas.

Afirmam que estão a fazer progressos, no entanto Salah Abdeslam, suspeito de ser o oitavo terrorista dos ataques de Paris continua a monte.

Também esta noite, mas além-fronteiras, a força aérea francesa lançou um novo ataque contra posições do autoproclamado Estado Islâmico ma Síria.

Dez jatos Rafale e Mirage bombardearam um centro de comando e recrutamento de jihadistas na cidade de Raqqa, feudo do Daesh.

O ataque foi lançado a partir dos Emirados Árabes Unidos e da Jordânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Estamos numa guerra contra o terrorismo jihadista que ameaça o mundo inteiro", Presidente francês

Segurança nos estádios de futebol é reforçada após ameaça do Estado Islâmico

Países europeus sobem nível de alerta de terrorismo após ataque em Moscovo