EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

"Cérebro" dos atentados de Paris tentou recrutar em Espanha

"Cérebro" dos atentados de Paris tentou recrutar em Espanha
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com Lusa / AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Abdelhamid Abaaoud tentou recrutar mulheres em Espanha para as fileiras do grupo extremista Estado Islâmico. Quem o afirmou foi o ministro espanhol

PUBLICIDADE

Abdelhamid Abaaoud tentou recrutar mulheres em Espanha para as fileiras do grupo extremista Estado Islâmico. Quem o afirmou foi o ministro espanhol do Interior, numa entrevista televisiva. Jorge Fernández Díaz explicou que o suposto “cérebro” dos atentados de Paris “tentou recrutar, através das redes sociais [na internet], cidadãos espanhóis, sobretudo mulheres, para viajarem e lutarem com o Estado Islâmico em zonas de conflito”. O ministro precisou que, no entanto, “não há conhecimento” de que seria “para lançar ataques em Espanha”.

Em outubro, a polícia deteve no aeroporto de Madrid uma espanhola de 22 anos que se preparava para viajar com o objetivo de se juntar aos extremistas na Síria. Este ano, várias mulheres foram detidas em Espanha, por suspeita de recrutarem outras mulheres e adolescentes em nome dos “jihadistas”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo naufrágio perto de Tenerife faz pelo menos 5 mortos. 68 migrantes foram resgatados com vida

Felipe VI de Espanha celebra dez anos de reinado

Espanha: Sánchez quer que a comunidade internacional "exerça mais pressão" sobre Israel