EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Judo: André Soares eliminado do Grande Prémio de Qingdao

Judo: André Soares eliminado do Grande Prémio de Qingdao
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O português André Soares, que foi eliminado ao segundo combate da categoria de -66 kg no Grande Prémio de Qingdao, na China. O judoca nacional perdeu

PUBLICIDADE

O português André Soares, que foi eliminado ao segundo combate da categoria de -66 kg no Grande Prémio de Qingdao, na China. O judoca nacional perdeu com o georgiano Vazha Margvelashvili, por wazari. Este sábado, outros portugueses entram em prova: Carlos Luz (-81 kg) luta contra o mongol Dagvasuren Nyamsuren, e no domingo será a vez de Yahima Ramirez (-78kg), frente à vencedora do combate entre Wan-Tzu Lee e Shori Hamada.

Naquela que é uma das últimas oportunidades de qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, 125 judocas de todo o mundo participam na prova chinesa. Esta sexta-feira decorreram cinco finais.

No setor feminino, na categoria de -48 kg houve uma surpresa: a atual número um do mundo Urantsetseg Munkhbat, da Mongólia foi derrotada pela japonesa Funa Tonaki.

Na categoria de -52 kg, vitória de Yuka Nishida que se bateu com a judoca do Turquemenistão, Gulbadam Babamuratova. A japonesa não deu grandes hipóteses à adversária. O triunfo foi consumado com um ippon.

Nos -57 kg, confirmação da superioridade da número um do ranking. Mas a mongol Sumiya Dorjsure teve dificuldades para vencer a veterana Miryam Roper. A alemã até começou melhor com um yuko. Dorjsure acabou por dar a volta e venceu por ippon.

Passamos agora para o setor masculino. Nos -60 kg, uma final muito disputada. Ilgar Mushkiyev e Jeroen Mooren chegaram aos últimos minutos com waza-ari cada um. Mushkiyev acabou por conquistar a vitória por yuko.

Na categoria de -66 kg, o ouro foi disputado pelo vencedor do Grande Prémio de Baku e pelo vencedor do Grande Prémio de Paris: Nijat Shikhalizada, do Azerbaijão e o mongol Tumurkhuleg Davaadorj. Shikhalizada foi o mais forte e conquistou o título do evento com um ura-nage.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pesos pesados dominam em Abu Dhabi

Pinot, Wagner e Tajima conquistam títulos mundiais

Terceiro título mundial para Grigalashvili e surpresa em -63 quilos