Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Aliança militar islâmica contra o terrorismo

Aliança militar islâmica contra o terrorismo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de 30 Estados islâmicos decidiram unir esforços no combate ao terrorismo. A formação da coligação foi tornada pública pelo príncipe herdeiro e ministro da Defesa da Arábia Saudita durante uma conferência de imprensa. A aliança militar conta com países como o Egito, o Qatar e a Turquia.

“Há um elevado número de países que sofre atualmente com o terrorismo. É o caso, por exemplo, da Síria e do Iraque com o autoproclamado Estado Islâmico. Mas o terrorismo afeta, também, países como o Iémen, a Nigéria, o Paquistão e o Afeganistão. Esta situação exige uma estratégia de combate e vamos coordenar uma ação conjunta” sublinha o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman.

A coligação de cariz militar liderada pela Arábia Saudita vai contar com um centro de operações em Riade. Um espaço a partir do qual as operações militares vão ser coordenadas.