Última hora

Iraque: Reconquista de Ramadi está presa por dias

Iraque: Reconquista de Ramadi está presa por dias
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Prossegue a operação das forças iraquianas para reconquistar Ramadi. Os extremistas do autoproclamado Estado Islâmico já só controlam o bairro onde estão os edifícios da administração pública.

“A libertação total de Ramadi será anunciada nos próximos dias”, informou esta quarta-feira a televisão estatal iraquiana, citando o Chefe do Estado-maior do Exército, o tenente-general Othman al-Ghanemi. Na véspera, o porta-voz dos serviços de luta antiterrorista foi mais específico e disse que a cidade ficaria “totalmente limpa” no prazo de 72 horas, ou seja, no dia de Natal.

Menos otimista, o porta-voz da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos, o coronel Steve Warren garantiu que a vitória é “inevitável”, mas avisou que “as forças de segurança iraquianas ainda têm duros combates a travar e isso vai demorar algum tempo”.

A confirmar-se a reconquista da cidade de maioria sunita, localizada cerca de uma centena de quilómetros a oeste de Bagdade, será a maior vitória militar das forças iraquianas desde a retomada de Tikrit, na primavera.

Ramadi caiu nas mãos dos jiadiststas em maio.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.