EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Hong Kong: protesto contra desaparecimento de responsáveis de editora crítica de Pequim

Hong Kong: protesto contra desaparecimento de responsáveis de editora crítica de Pequim
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com EFE / Reuters / AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Hong Kong foi palco de um protesto pelo desaparecimento de cinco responsáveis de uma editora conhecida por publicar obras críticas de Pequim.

PUBLICIDADE

Hong Kong foi palco de um protesto pelo desaparecimento de cinco responsáveis de uma editora conhecida por publicar obras críticas de Pequim.

A mobilização culminou junto aos escritórios da representação do governo da China. Os manifestantes, que incluem membros da oposição, acreditam que os cinco indivíduos foram detidos pelas autoridades chinesas, ou pelas forças de Hong Kong, a pedido de Pequim.

Um participante no protesto afirma que “se eles não fizeram nenhuma detenção, devem simplesmente dizê-lo. Mas o facto é que tanto a polícia de Hong Kong, como a chinesa, não responderam a essas questões. Em termos da liberdade de imprensa e de expressão, é a mão escondida da supressão que constitui a parte mais assustadora”.

O governo da região autónoma foi alvo de outro protesto este domingo, com a participação de estudantes e professores, que denunciavam a nomeação do novo presidente da Universidade de Hong Kong.

Arthur Li, antigo ministro da Educação do executivo de Hong Kong, é considerado próximo do regime chinês.

Para os manifestantes, a nomeação constitui uma “erosão da liberdade académica e da autonomia institucional”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Comprar peças originais sem ir à falência: bem-vindos à feira de arte acessível de Hong Kong

Putin enaltece comércio bilateral no último dia da sua visita à China

Xi Jinping promete a Putin continuar a consolidar "amizade de boa vizinhança"