Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Sauditas executam líder religioso e provocam a fúria dos xiitas

Sauditas executam líder religioso e provocam a fúria dos xiitas
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de manifestantes em Al Awamiya, perto de Qatif, na Arábia Saudita, protestam contra a execução de um proeminente clérigo xiita, Sheikh Nimr al-Nimr, pela justiça saudita.

Protestos igualmente no Bahrein tomaram as ruas na cidade de Daih, a oeste da capital Manama. Homens e mulheres gritaram slogans anti-governo enquanto marchavam ao longo de uma estrada principal. O protesto terminou de forma pacífica.

Sheikh Nimr al-Nimr e dezenas de membros da Al Qaeda foram executados pela Arábia Saudita este fim de semana sendo a maior execução em série do reino sunita desde há várias décadas.

Estas execuções exacerbam o ódio sectário em toda a região e também em lugares tão distantes como a Índia ou o Reino Unido. O Bahrein vive uma crescente turbulência desde que a comunidade xiita saiu à rua, em 2011, para reclamar reformas e um papel mais importante no governo.

Essa revolta, por ocasião da Primavera Árabe foi reprimida com a ajuda militar da Arábia Saudita que teme o alastrar dos tumultos do Médio Oriente e especialmente Síria e Iraque ao seu território.