Última hora
This content is not available in your region

Mercedes lança modelo capaz de comunicar com outros carros

Mercedes lança modelo capaz de comunicar com outros carros
Tamanho do texto Aa Aa

A Mercedes surpreendeu esta semana, no Auto Show de Detroit (NAIAS, na sigla inglesa), nos Estados Unidos, ao revelar o primeiro carro a incluir a tecnologia V2V (veículo-a-veículo), isto é, a capacidade de um automóvel poder comunicar com outro na estrada.

Com chegada ao mercado prevista para 2017 e com um preço mínimo previsto acima dos 45 mil euros, este novo classe E da marca alemã vai até poder ser estacionado à distância, através de uma aplicação para “smartphone”.

“O indicador mais fascinante da inteligência superior deste novo Classe-E é ele poder saber mais sobre o que o rodeia. O carro comunica com outros carros e com as infraestruturas, podendo antecipar as condições do percurso”, explicou Dieter Zetsche, presidente executivo da Daimler, que detém a Mercedes.

Há, contudo, um problema de exclusividade com esta inovação. Este novo Classe E apenas poderá comunicar com outros Mercedes que também disponham deste sistema V2V. Os outros carros não vão ter acesso aos canais de comunicação à imagem, por exemplo, do que acontecia na informática com a Apple face à concorrente Windows.

O CEO da Fiat-Chrysler é da opinião que a Mercedes deveria ter partilhado o desenvolvimento da tecnologia e partilhado o investimento que fez do próprio bolso numa inovação que, mais cedo ou mais tarde, vai acabar por equipar todos os automóveis em circulação sob pena de não ter utilidade.

“Estamos a viver a mesma excitação sobre comunicação, condução autónoma e tudo isso como se tudo isto surgisse sem esforço e sem custos. No fim vamos todos chegar ao mesmo ponto e, entretanto, continuamos a comprometer capital em separado para uma inovação comum que podia ter sido generalizada e mais abrangente de uma forma mais eficiente e barata”, lamentou Sergio Marchionne.

O novo sistema da Mercedes, tal como o da condução semi-assistida do novo volvo S90, representa, ainda assim, mais um passo rumo ao dia em que os veículos autónomos, como o “kitt” da série televisiva “O justiceiro”, tomarão conta da circulação nas nossas estradas.