Última hora

Última hora

Israel prendeu adolescentes palestinianos suspeitos na morte de duas mulheres nos colonatos

Em leitura:

Israel prendeu adolescentes palestinianos suspeitos na morte de duas mulheres nos colonatos

Israel prendeu adolescentes palestinianos suspeitos na morte de duas mulheres nos colonatos
Tamanho do texto Aa Aa

Um raide do exército exército israelita, esta terça-feira, na Cisjordânia, culminou com a detenção de um adolescente palestiniano, alegadamente responsável pelo esfaqueamento mortal de uma mulher israelita, domingo, na presença dos filhos, no colonato de Otniel.

A família do suspeito não acredita que tenha sido o jovem a cometer o crime, mas deverá ver a sua habitação ser demolida, como é prática habitual de Israel. Pelo menos, foi isso que prometeu o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, que poucas horas depois da detenção do suspeito visitou a casa onde a enfermeira de 38 anos anos foi morta.

O funeral da mulher teve lugar na segunda-feira, dia em que outro ataque de um lobo solitário no interior de um colonato terminou com a morte de uma mulher grávida. O alegado agressor, um palestiniano de 17 anos, foi atingido a tiro e capturado pelas autoridades israelitas no próprio dia do ataque. Os ataques à facada são quase diários nos últimos três meses, mas estes dois casos surpreenderam por terem ocorrido no interior de colonatos fortemente protegidos.