EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Obama vai a Cuba em março

Obama vai a Cuba em março
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A visita histórica é a primeira de um presidente norte-americano a Cuba desde 1928.

PUBLICIDADE

O próximo aperto de mãos entre Barack Obama e Raúl Castro vai acontecer em Havana, naquela que vai ser a primeira visita oficial de um presidente americano a Cuba desde 1928.

A visita histórica vai acontecer nos dias 21 e 22 de março. Faz parte da viagem de Obama por vários países da América Latina. É um passo decisivo na normalização das relações entre os dois países, de costas voltadas desde a revolução que instituiu o regime comunista em 1959.

Here's how we're looking at the road ahead: https://t.co/a0KcsmpF39

— President Obama (@POTUS) February 18, 2016

14 months ago, I announced that we would begin normalizing relations with Cuba – and we've already made significant progress.

— President Obama (@POTUS) February 18, 2016

Se o levantamento completo do bloqueio económico americano a Cuba ainda não foi conseguido, devido a resistências no Congresso, houve outros passos importantes que foram dados, como o acordo para o restabelecimento de voos comerciais, assinado esta semana:http://pt.euronews.com/2016/02/17/cuba-e-os-estados-unidos-retomam-voos-comerciais/, ou a reabertura das embaixadas americana em Cuba e cubana nos Estados Unidos, no verão passado.

Para viajar para Cuba, Obama tinha exigido encontrar-se com dissidentes políticos. Se o encontro com o presidente Raúl Castro é certo, permanece uma incógnita: Saber se Obama se vai encontrar, ou não, também com o irmão mais velho, o “pai da revolução”, Fidel Castro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Morte de Alexei Navalny provoca reação internacional

Cubanos celebram aniversário de José Marti, símbolo da revolução socialista

Reta final para as eleições intercalares nos EUA