A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Coreia do Sul avança com sanções unilaterais contra o Norte

Coreia do Sul avança com sanções unilaterais contra o Norte
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Sul anunciou novas sanções unilaterais contra a Coreia do Norte e apelou ao boicote de restaurantes norte-coreanos no estrangeiro para evitar o aprovisionamento de divisas estrangeiras por parte de Pyongyang.

As medidas foram decididas em resposta ao ensaio nuclear de janeiro e ao disparo de um foguetão um mês depois.

O anuncio foi proferido pelo ministro da Coordenação Política, Lee Suk-Joon. “Vamos reforçar as sanções sobre embarcações relacionadas com a Coreia do Norte. Vamos proibir navios estrangeiros de que tenham atracado em portos norte-coreanos de entrarem nos nossos portos durante 180 dias. Vamos também continuar com a proibição sobre navios de países terceiros que usem a rota marítima entre o norte e o sul”, disse.

Entre outras medidas, Seul também proíbe aos sul-coreanos de realizarem negócios com 40 novos indivíduos e 30 organizações implicados nos programas nuclear e balístico de Pyongyang.

O projeto-piloto de importação de carvão russo através de território norte-coreano para a Coreia do Sul vai também ser anulado.