EUA: Obama admite que ataques de drones provocaram vítimas civis

EUA: Obama admite que ataques de drones provocaram vítimas civis
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os Estados Unidos lançaram um segundo ataque em menos de um mês contra posições da Al-Qaida na Somália. O Pentágono anunciou ter visado um alto

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos lançaram um segundo ataque em menos de um mês contra posições da Al-Qaida na Somália. O Pentágono anunciou ter visado um alto responsável do grupo Shebab, sem ter confirmado a morte do mesmo, com um ataque de drone na quinta-feira.

Cerca de 150 pessoas tinham morrido, há semanas, na sequência de outro ataque com um drone contra um alegado campo de combatentes islamitas.

A ação foi revelada no mesmo dia em que, em Washington, Barack Obama admitiu pela primeira vez que os ataques de drones norte-americanos vitimaram civis inocentes no passado.

O presidente norte-americano considerou “legítimas” as críticas ao polémico programa de drones a que recorreu, desde o início do seu mandato, para contornar a pressão da opinião pública face aos excessos da luta contra o terrorismo, nomeadamente os polémicos voos da CIA.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy promulga lei controversa para mobilizar mais militares para a guerra

Aos 79 anos, Olga despede-se da sua casa destruída por um ataque aéreo russo

Agentes da autoridade mortos a tiro no Estado de Nova Iorque