EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Iraque: euronews testemunha dificuldade dos combates contra o Estado Islâmico

Iraque: euronews testemunha dificuldade dos combates contra o Estado Islâmico
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A euronews acompanhou esta segunda-feira a batalha contra os extremistas do Estado Islâmico, na linha da frente da ofensiva para reconquistar Mossul

PUBLICIDADE

A euronews acompanhou esta segunda-feira a batalha contra os extremistas do Estado Islâmico, na linha da frente da ofensiva para reconquistar Mossul.

Antes de avançar para a cidade iraquiana, bastião dos “jihadistas”, as forças iraquianas, apoiadas pela aviação norte-americana e combatentes “peshmerga” curdos tentam conquistar vários enclaves estratégicos.

O Exército reivindicou ontem a reconquista da aldeia de Al-Nasr, junto ao rio Tigre, depois de vários dias de intensos combates. No entanto, um responsável das forças “peshmerga” informou posteriormente que foram obrigados a retirar-se novamente da localidade.

No terreno, o nosso enviado especial Mohammed Shaikhibrahim testemunhou, de perto, um ataque surpresa dos “jihadistas”.

“Quando chegaste aqui para acompanhar a operação militar e recolher informação, trouxemos-te para um ponto que pensávamos seguro, onde não estávamos debaixo de fogo. Mas como pudeste ver, o Estado Islâmico ataca de repente e visou o local onde te encontravas com a tua equipa. Mas estamos satisfeitos pelo facto de agora estarmos todos seguros.”

Mohammed Shaikibrahim: “As minas colocadas pelo Estado Islâmico e a rede de túneis subterrâneos entre as casas da aldeia representam o principal desafio para o Exército iraquiano. Estas técnicas defensivas complicam a progressão das forças iraquianas.”

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Iraque: as armas controladas à distância pelo Estado Islâmico

Iraque: na linha da frente

Ministro da defesa iraquiano diz que libertar Mossul do Daesh é objectivo a cumprir