Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Pfizer renuncia à compra da Alergan

Pfizer renuncia à compra da Alergan
Tamanho do texto Aa Aa

A Pfizer, maior empresa farmacêutica dos Estados Unidos, desistiu da ideia de comprar a irlandesa Allergan, devido às normas fiscais mais apertadas, entretanto aprovadas pelo departamento do Tesouro norte-americano.

Além de criar um novo gigante de 160 mil milhões de dólares, a fusão teria permitido à Pfizer mudar a sede para a Irlanda e assim pagar menos impostos. A empresa anunciou que as novas regras tornariam a mudança de sede menos apelativa, do ponto de vista financeiro. O cancelamento da fusão foi anunciado de comum acordo.

Para compensar as despesas relacionadas com a fusão, a Pfizer vai pagar à Allergan 150 milhões de dólares, o equivalente a cerca de 130 milhões de euros. O tema da possível mudança de sede da Pfizer tinha sido abordado por vários candidatos à presidência dos Estados Unidos, incluindo Donald Trump, Hillary Clinton e Bernie Sanders.