Última hora

Naishteman, uma mulher soldado curda que anseia pela paz

Naishteman, uma mulher soldado curda que anseia pela paz
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Naishteman tem um sonho: viver em paz. Em contrapartida, tem de lutar numa guerra hedionda na esperança de torná-lo realidade. Tem 19 anos, nasceu numa família curda de revolucionários e decidiu ir para a linha da frente na luta contra o grupo Estado Islâmico.

Recém-casada, o marido está também na primeira linha desta luta. Sente falta da família mas defender a sua terra natal é a prioridade. o seu papel é o de monitorizar, vigiar, qualquer movimento suspeito de militantes extremistas, tentar evitar atentados bombistas:

“Não temos medo nenhum do grupo Estado Islâmico, vamos continuar a defender a nossa terra, vamos lutar até ao último suspiro e não vamos deixar que eles ganhem terreno”, adianta Naishteman que faz parte de um regimento de mulheres militares, estacionado no norte do Iraque, o seu objetivo é defender a cidade petrolífera de Kirkuk.

Este agrupamento, juntamente com as Forças Armadas iraquianas, sob a liderança das Forças Peshmerga curdas derrotaram o grupo Estado Islâmico e retomaram o controlo desta cidade:

“Consegui disparar sobre o grupo Estado Islâmico durante a batalha, alguns militantes foram feridos pelas minhas balas e alguns morreram, defendemos esta linha da frente várias vezes contra o grupo Estado Islâmico que continua a atacar, de tempos em tempos. A minha vida pessoal e a militar estão ligadas, mas o meu sonho, em termos pessoais, é viver em paz e livre com a minha família, é tudo o que desejo”, explica esta mulher soldado que se juntou ao exército há cerca de um ano. A sua vida mudou. Ainda assim, não perde a esperança de que a guerra acabe um dia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.