EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Atletismo: IAAF em Moscovo em junho para avaliar reformas

Atletismo: IAAF em Moscovo em junho para avaliar reformas
Direitos de autor 
De  Antonio Oliveira E Silva com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Associação Internacional de Federações de Atletismo enviará um conjunto de peritos à Rússia para avaliar o estado das reformas prometidas depois do escândalo relacionado com a dopagem de atletas.

PUBLICIDADE

A Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, pela sigla em inglês) enviará um conjunto de peritos à Rússia para avaliar o estado das reformas prometidas por Moscovo depois do escândalo relacionado com a dopagem de atletas em novembro de 2015.

A delegação deverá chegar à capital federal russa dia 17 de junho.

A IAFF quer saber que novas regras existem, que novas leis foram implementadas para combater o fenómeno e, sobretudo, que novos hábitos existem a nível do atletismo profissional naquele país.

Foi em novembro do ano passado que a Rússia foi impedida de participar em quaisquer competições internacionais depois de testes realizados indicarem que atletas daquele país tinham passado por sistemas de dopagem massiva.

Mais tarde, a Agência Mundial Antidoping fez um acordo com a Moscovo.

Dois peritos independentes irão, assim, verificar se o país cumpre agora as leis internacionais na matéria

Além disso, todos os atletas russos que pretendam participar nos Olímpicos do Rio terão de submeter-se a um conjunto particular de exames, antes que qualquer decisão oficial seja tomada.

A Rússia tenta assim recuperar credibilidade antes da reunião do Conselho da IAAF, que tem lugar já neste mês de de maio.

É nesse encontro que se decidirá se os atletas russos são autorizados a competir nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

Tatyana Lysenko, campeã olímpica do lançamento de martelo, foi, no início deste mês de abril, suspensa de forma provisória devido a fortes suspeitas de dopagem.

Lysenko deu positivo após novo teste de amostras realizado nos Mundiais de 2005 em Helsínquia, Finlândia, segundo os media russos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Patinadora russa Kamila Valieva suspensa quatro anos por doping

Ucrânia responde à UEFA com boicote às provas juvenis

Ucraniana desclassificada por não cumprimentar adversária russa no Mundial de Esgrima