Última hora
This content is not available in your region

Turquia: Jornalistas condenados a mais de 5 anos de prisão por "revelação de segredos"

euronews_icons_loading
Turquia: Jornalistas condenados a mais de 5 anos de prisão por "revelação de segredos"
Tamanho do texto Aa Aa

Os jornalistas turcos, Can Dundar e Erdem Gul, do jornal oposicionista Cumhuriyet, foram condenados, esta sexta-feira, a cinco anos e 10 meses e cinco anos de prisão, respetivamente, por um tribunal de Istambul.

Os dois jornalistas foram acusados de “revelação de segredos”, por publicarem fotografias de um alegado envio de um carregamento de armas da Turquia para a Síria.

Durante a manhã, Can Dundar foi alvo de um atentado. Um homem, ainda não identificado, disparou contra o repórter em frente ao edifício do tribunal.

“Não conheço a pessoa que me atacou mas conheço muito bem quem me persegue. É normal que um jornalista que tenha sido marcado, há meses, vivencie um evento destes. Espero que aqueles que me perseguem aprendam uma lição com isto”, afirma o jornalista.

O projétil falhou Can Dundar mas acabou por ferir, sem gravidade, outro jornalista.

O agressor foi detido pelas autoridades.

A Comunidade Internacional tem criticado o Governo turco por causa deste caso, acusando Ancara de limitar a liberdade de imprensa.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.