EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Vice-presidente do parlamento francês acusado de assédio sexual

Vice-presidente do parlamento francês acusado de assédio sexual
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As alegadas práticas duram há pelo menos cinco anos.

PUBLICIDADE

O deputado francês dos Verdes Denis Baupin demitiu-se do cargo de vice-presidente da Assembleia Nacional, depois de várias mulheres o acusarem de assédio sexual.

As alegadas práticas duram há pelo menos cinco anos. Entre as acusadoras está a porta-voz do partido Europe Écologie Les Verts (EELV), Sandrine Rousseau. O visado nega tudo, através de um comunicado do advogado: “Estava a organizar uma reunião. A uma certa altura fiz uma pausa para ir à casa de banho. No corredor, Denis Beaupin imobilizou-me contra a parede e tentou beijar-me à força”, conta Rousseau.

As denúncias surgiram depois de um “tweet” de apoio ao Dia Internacional dos Direitos da Mulher, em que Baupin e outros deputados aparecem de “bâton” nos lábios, em apoio à causa da luta contra a violência sobre as mulheres.

Parce qu'il y a des chiffres qui ne devraient pas exister https://t.co/alGM20FIDf#8mars#JourneeDesDroitsDesFemmespic.twitter.com/r8N38QEqSm

— Benoist Apparu (@benoistapparu) March 8, 2016

“Quando vi esta foto e a legenda, tive vontade de vomitar. Mesmo se não sou assim tão sensível, tive a sensação de que nos estava a cuspir na cara”, conta Elen Dubost, vice-presidente da Câmara Municipal de Le Mans e alegada vítima de Baupin.

Denis Beaupin demitiu-se do EELV e senta-se agora na Assembleia como independente. O pedido de demissão do cargo de vice-presidente só surgiu depois da pressão do presidente do parlamento, o socialista Claude Bartolone. Baupin é casado com a ministra da habitação, Emmanuelle Cosse.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente da Câmara de Paris nada nas águas do rio Sena

Chama olímpica ilumina a parada militar do Dia da Bastilha em França

Legislativas antecipadas mergulham França na incerteza política sem primeiro-ministro no horizonte